Revista de Imprensa 01-05-2018
Eduardo Castro Marques e Tatiana Marinho assinam artigo de opinião para a Vida Judiciária sobre as problemáticas relacionadas com o consentimento do trabalhador no tratamento dos seus dados pessoais
Áreas de Prática Protecção de Dados
image

“O consentimento como válvula de escape? Problemáticas relacionadas com o consentimento do trabalhador na pendência do contrato de trabalho” é o tema do artigo de opinião dos advogados da Nuno Cerejeira Namora, Pedro Marinho Falcão & Associados.

Para Eduardo Castro Marques e Tatiana Marinho “Uma das principais condições exigidas é o fato do responsável pelo tratamento ter de demonstrar que o titular dos dados deu o seu consentimento para o tratamento, demonstração que nem sempre será fácil, sobretudo quando se tentar obter um consentimento verbal”

Consulte aqui  o artigo na íntegra.

 

 


Artigos relacionados

Quer fazer parte da equipa?

Ser advogado na Nuno Cerejeira Namora, Pedro Marinho Falcão & Associados é um desafio e uma oportunidade para quem quer abraçar uma carreira na advocacia.